De acordo com cientistas as roupas que nos usamos podem influenciar nossa maneira de pensar

Do modelito transparente que Gwen Stefani usou no American Music Awards até as roupas que Hillary Clinton usou durante sua campanha eleitoral, todo mundo acredita que a roupa certa pode nos dar um pouco de confiança e até um empurrãozinho na sorte.

Acontece que isso não é apenas superstição. Várias pesquisas sugerem que as roupas que nós usamos podem impactar nosso pensamento, comportamento, visão política e até mesmo nossa biologia. As roupas podem afetar até mesmo nosso sucesso, graças ao que os pesquisadores chamam de “enclothed cognition”.

Não é novidade nenhuma que as pessoas nos tratam de forma diferenciada dependendo da forma como agimos e nos vestimos. Como o New York Times coloca, a questão “é muito mais profunda. Tem a ver com seus processos psicológicos e como eles são afetados pela sua maneira de se vestir”. Vários pesquisadores apoiam efusivamente esta ideia.

“As pessoas podem até pensar que a moda é uma coisa frívola, mas o trabalho dos estilistas tem um poder transformador no vestuário e na aparência das pessoas”, diz Irene Kim, consultora de moda da La Closette, em Toronto.

Psicólogos e especialistas parecem concordar amplamente com ela.

Está precisando pensar grande? Vista um terno.

Um estudo publicado no início deste no Social Psychological e no Personality Science mostrou que usar roupas formais aumenta a capacidade do pensamento abstrato, fazendo com que você tenha mais clareza na hora de pensar grande e a longo prazo.

“É uma descoberta interessante e especulativa”, diz Abraham Rutchick, professor associado de psicologia na California State University e um dos autores do estudo. “Roupas formais fazem você pensar melhor de maneira abstrata e mais ampla, abandonando pensamentos muito específicos e restritivos.”

Aparentemente, seu guarda-roupa é uma parte importante do seu sucesso profissional.

Usar um terno também pode melhorar seu talento como negociador 

Quando precisar sair-se bem em uma negociação empresarial, é melhor deixar o moletom em casa, a menos que você seja Mark Zuckerberg.

Um estudo feito no ano passado mostrou que os participantes que trocaram suas roupas normais por ternos, conseguiram melhores resultados em uma negociação simulada de biotecnologia, que envolvia mais de dois milhões de dólares. Os participantes que estavam vestidos de forma casual perderam 1,2 milhões de dólares.

Um experimento mostrou que os níveis de testosterona dos participantes que estavam vestidos de forma casual tinham caído em cerca de 20%. Em geral, usar um terno “induz à dominância”, até mesmo a nível hormonal.

Se vestir de maneira casual pode ajudá-lo a se sair bem a nível interpessoal 

Esta descoberta ainda não é o suficiente para você deixar de usar jeans no escritório. “Depende do tipo de trabalho que você faz. Se você quiser e precisar se conectar aos seus colegas de uma forma mais interpessoal, não use roupas formais no escritório”, disse Rutchick.

Michael W. Kraus, professor assistente na Yale School of Management também adverte que o efeito que causamos com nosso vestuário varia de ambiente para ambiente.

“Nossa maneira de nos vestir pode ser pensada estrategicamente para um variado número de objetivos”, ele diz. “Usar roupas casuais no escritório é uma tentativa de reduzir as barreiras entre colegas de trabalho e melhorar a qualidade do trabalho em equipe.”

Além disso, as pesquisas também sugerem que usar calças cáqui pode deixar uma pessoa mais relaxada psicologicamente. Mas os pesquisadores alertam que usá-las durante toda a semana pode levar a “problemas de comportamento e diminuição da produtividade”. Talvez seja consequência da popularidade recém-adquirida.

Usar uma bolsa de grife pode fazer as mulheres adotarem uma visão política mais conservadora 

Yajin Wang, da University of Minnesota, descobriu que mulheres que usam Prada e outras bolsas de luxo estão mais propensas a comportamentos egoístas, como por exemplo não dar dinheiro para a caridade, a menos que isso aumente seu status de alguma maneira. Wang também descobriu que usar este tipo de bolsa enfraquece o autocontrole.

Mas a descoberta mais interessante do trabalho de Wang é que mulheres que usam bolsas Louis Vuitton são mais politicamente conservadoras do que as participantes que usam bolsas menos chiques.

“Sobre as atitudes políticas fiscais, mulheres que usavam bolsas Louis Vuittonexpressaram pontos de vista mais conservadores do que as outras participantes”, observou Wang, acrescentando que não houve tal discrepância quando o assunto versava sobre políticas sociais.

Uma mochila mais pesada pode fazer você ter uma alimentação mais saudável 

Muitas vezes, pensamos na culpa como um peso que precisamos suportar. Agora há um estudo que comprova isso: em 2014, pesquisadores da Harvard Business School descobriram que carregar muito peso aumenta a sensação de culpa, o que favorece atividades que reduzem esta sensação, como uma alimentação mais saudável.

“Usar uma mochila pesada fez com que os participantes experimentassem um aumento da sensação de culpa, o que influenciou posteriormente o comportamento deles”, observaram os autores do estudo.

Este sentimento leva as pessoas a tentarem compensar a si mesmas através de “bons” comportamentos, como consumir menos calorias ou deixar de evitar atividades que não gostam de fazer. Na verdade, faz muito sentido tentar aliviar nossa carga quando estamos para baixo.

Usar roupas de ginástica torna uma pessoa mais propensa a ir à academia 

O significado simbólico presente nas roupas afeta a forma como pensamos, de acordo com um estudo feito em 2012 por Hajo Adam e Adam Galinsky. Os pesquisadores descobriram que quando os participantes usaram um jaleco branco, acreditando que ele pertencia a um médico, demonstraram um aumento significativo em sua capacidade de prestar atenção, o que não ocorreu com aqueles que usaram o jaleco achando que pertencia a um pintor.

Estas descobertas podem facilmente se aplicar à moda fitness. As roupas apertadas, coloridas e chamativas que usamos na academia podem nos ajudar a entrar em forma.

“Acredito que quando você usa roupas de ginástica, torna-se uma pessoa mais ativa e propensa a suar a camisa”, diz o coautor do estudo, Hajo Adam ao Atlantic.

“Nosso cérebro é projetado para procurar a coerência e a harmonia, então ele tentará encontrar uma ligação entre seus sentimentos e determinados tipos de roupas”, disse Kate Nightingale, fundadora da consultoria Style Psychology ao Mic. “Quando você veste uma peça de roupa associada à força, seu cérebro tentará corresponder a esta associação, fazendo você se sentir mais forte.”

Aparentemente, sua maneira de vestir tem um impacto em toda a sua vida. Analisar seu guarda roupa antes de ocasiões especiais, no dia a dia, no trabalho e em vários outros momentos pode ser uma ótima ideia. Então, que tal sair às compras e começar 2016 com o pé direito?

mic.com

Anúncios

Publicado em dezembro 7, 2015, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: